$13 dólares podem aumentar o QI do seu filho em 13 pontos

by

Eu adorei essa pesquisa. Até então, eu sabia que o cérebro poderia receber uma ajuda em seu desenvolvimento, mas não sabia até quando nós poderíamos ajudá-lo. E o mais legal é a simplicidade da pesquisa, como diz o título da matéria, como pouco dinheiro, bem gasto, você pode ajudar muito no desenvolvimento da inteligência do seu pimpolho.

O mais animador é que essa pesquisa foi feita numa escola fundamental, da cidade de Oakland, do estado da Califórnia, que possue as algumas das menores médias de rendimento escolar do estado. E o mais legal, é que alunos que tinha mais dificuldades para certas atividades, conseguiram superar isso rapidamente e acompanhar os outros coleguinhas em pouco tempo.

Como foi feito isso ?!?! Você pergunta, e eu digo: Leia o resto do post que você descobre.

A pesquisadora da UC Berkeley (University of California, Berkeley), a Neurocientista, Dra. Silvia Bunge, vem dedicado boa parte de suas pesquisas à tentativa de entender como é o desenvolvimento da inteligência das crianças, mais especificamente, o porque de alguns cérebros funcionarem de forma mais eficiente do que outros.

No ano passado ela e seu grupo de pós-graduandos decidiram tentar “dar um empurrãozinho” no desenvolvimento dos cérebros de algumas crianças. Apesar do estudo ser extraordinariamente simples, os resultados são impressionantes.

Primeiramente eles foram atrás de jogos de tabuleiro, card games e jogos de video game que exigiam funções mentais distintas. Os jogos foram divididos em dois grupos: Grupo 1 – jogos que estimulam o raciocínio – exigem premeditação, planejamento, integração e comparações lógicas; e o Grupo 2 – os que estimulam a velocidade de processamento de informações do cérebro, nesse caso eles exigiam um rápido reconhecimento visual.

Os jogos do Grupo 1 – Card Game: Rush Hour; Jogo de Tabuleiro: Qwirkle; Jogo de Video Game: Picross e Big Brain Academy, e ainda dois jogos de computador: Azada e Chocolate Fix.

Eu não consegui uma imagem da versão para PC do jogo Chocolate Fix, então postei a foto da versão de tabuleiro. Mas a forma de jogar deve ser quase a mesma.

Os jogos do Grupo 2 – Card Game: Spoons and Speed; os jogos de tabuleiros: Blink, e Perfection; e o jogo de video game: Brickbuster.

Essa última, é a imagem é do game Brickbuster.

A pesquisa foi então realizada com crianças das segunda, terceira, quarta série do ensino fundamental, com o QI médio de 90. A equipe da Dra. Bunge convidou algumas dessas crianças para ficar após a aula para jogarem uns joguinhos.

Elas então foram divididas em dois grupos, e cada grupo jogava apenas os jogos ou do Grupo 1 ou do Grupo 2.

As crianças passavam por avaliações de velocidade de processamento e de raciocínio antes de jogar os jogos. E passavam dois dias por semana, 1 hora e 15 minutos jogando os mesmos jogos, durante 8 semanas, variando apenas nas possibilidades de jogo dentro do seu grupo. Eles trocavam de jogos a cada 15 minutos.

Após apenas 8 semanas as crianças foram avaliadas mais uma vez, e o resultado foi impressionante. Os pesquisadores esperavam conseguir uma melhora no QI dos pimpolhos de apenas 5 ou 6 pontos no máximo.

O raciocínio das crianças que jogaram os jogos que estimulam o raciocínio, obtiveram um aumento de 32% no mesmo. O que significa, que conseguiram um aumento de 13 pontos no QI.

Já as crianças que jogaram os jogos que estimulam a velocidade de processamento conseguiram o praticamente mesmo aumento no QI.

Para efeito de comparação, durante um ano escolar uma criança tem, em média, um ganho de 12 pontos no QI.

Esse mesmo ganho foi obtido em 8 semanas apenas.

No entanto outra coisa chamou a atenção do grupo de pesquisa da Dra. Bunge. Apenas as áreas estimuladas tiveram essa melhora no desempenho. Ou seja, o cérebro possui uma grande maleabilidade, podendo ter o desempenho de áreas específicas melhoradas através de determinados estímulos.

A Dra. Bunge agora pretende ir um pouco mais além. Ela quer saber se houve alguma modificação neural no cérebro dessas crianças. Ou seja, se suas redes neurais foram modificadas para trabalhar de forma mais eficiente após os estímulos.

Bem, caros leitores, acharam impressionante essa pesquisa ou não?!

Eu vejo um mundo de possibilidades depois de ler essa pesquisa. Lógico que é apenas uma pesquisa, e para que isso fosse “validado” seria necessário que outras pesquisas desse tipo fossem realizadas. Mas imaginem, se em nossas escolas do ensino fundamental existissem algo como uma “School’s Happy Hour”, onde os alunos fossem para uma sala, e ficassem jogando diversos jogos desse tipo, os nossos alunos poderiam obter muitos benefícios.

Além de simples é uma medida barata. O Post tem esse título porque, segundo o grupo da Dra. Bunge, os jogos custaram, em média U$ 13, 00 (treze dólares). Um orçamento que está dentro da realidade de nossas escolas públicas.

Eis o link de onde foi retirada a pesquisa.

3 Respostas to “$13 dólares podem aumentar o QI do seu filho em 13 pontos”

  1. Wendell Costa Says:

    KKKKKKK…

    Adorei essa Moisés! Muito legal este artigo. Então é por isso que meu irmão tem ficado muito inteligente nos últimos tempos…, também, Jogando RPG comigo… kkkkkkk

    Vlw cara… Parabéns!

  2. nanda lua e gutto alegre Says:

    eu gostei muuuito,desse novo ponto d vista

  3. nando Says:

    pena que a maioria das crianças da periferia só pensam em funk e furtos é um circulo vicioso.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: