Treinamento com videogames é mais eficaz

by

Happy New Year!

Começando o ano um pouco tarde, mas “antes tarde do que nunca.” Em breve estaremos recrutando alguns novos colaboradores para o nosso blog. Essa vida de professor, universitário e pesquisador é bastante exaustiva. Felicitações ao nosso companheiro Bob Mota que agora é Licenciado em Computação, defendendo sua monografia com um tema baseado em Inteligência Artificial. Mas vamos voltar ao post…

Publicado em Outubro do ano passado na Revista Perssonel Psychology por Traci Sitzmann, Piscológa e Professora Assistente de Gestão na Escola de Negócios de Denver da Universidade de Colorado, nos Estados Unidos, uma pesquisa relatando a eficácia da utilização dos videogames em treinamentos de funcionários.


Traci Sitzmann“As empresas têm desenvolvido videogames para empregados há vários anos, mas até agora isso tem sido feito apenas por palpite. Os empresários suspeitavam que os jogos ajudavam, mas nunca provaram isso.”

A pesquisa foi o resultado de uma análise de cerca de 65 estudos envolvendo pouco mais de 6.400 estagiários, onde foi revelado que aqueles que jogavam videogames apresentaram níveis de conhecimento factual 11% maiores que os demais. O mesmo grupo ainda tinha níveis de habilidade 14% mais altos e uma taxa de retenção de informações 9% acima da média.

Mas como assim!? Qualquer jogo? Calma… Traci explicou que 16% dos jogos que ela estudou eram tão passivos que os métodos normais de treinamento chegavam a ser mais eficientes, porém os games que tinha maiores interações com o usuário funcionavam melhor.

Traci ainda ressalta que para que a aplicação tenha realmente efeito, o usuário terá contato com o game na hora que desejar (E se o cara só quiser jogar? Ora essa, vai ser demitido. ¬¬’ ). Exame.com

“Uma das vantagens dos jogos eletrônicos é que eles estão intrinsecamente ligados à motivação, o que leva os funcionários a continuar repetidamente no desafio enquanto melhoram suas capacidades”.

Entidades locais nos Estados Unidos também utilizam do recuso para simular desastres, lá nos E.U.A. o departamento de defesa é um dos que mais atua com treinamento através de videogame, a exemplo:

wiifit

– O vice-almirante da Marinha dos E.U.A. o  Dr. Adam Robinson, declarou que o uso de videogames como Wii Fit e Dance Dance Revolution aliado ao condicionamento físico tradicional pode ajudar novos recrutas a se adaptarem melhor ao regime de treinamento. "Isso não significa usar jogos e parar todo o resto, mas a incorporação dessas atividades de forma a tornar as pessoas mais ativas". Uol.com

hawx– Um soldado das forças armadas norte-americanas torna-se um dos mais jovens instrutores de vôo da história graças a suas habilidades de pilotagem, conseguidas pelo treinamento com videogames em casa. Graças ao treino no  Xbox 360, o soldado descobriu que era muito bom na pilotagem do pequeno avião. Os jogos então deram ao jovem a chance de se tornar instrutor de novos pilotos com 19 anos de idade. Geek

Em um outro post ano passado, Carteira de motorista jogando videogame!, mostrei também como estão pretendendo utilizar o videogame em treinamentos na autoescola.

Bom pessoal… desta vez é só. Espero que tenham gostado! Tentarei voltar a ativa o mais breve possível. Até a próxima. =D

O artigo em Inglês de Traci Sitzmann poderá ser acessado AQUI

Tags: ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: